quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Um mês atribulado

Este mês de Outubro foi para esquecer, tudo devido à ida para a creche. Já sabia que os primeiros tempos eram complicados, mas nunca imaginei este cenário.

Começou logo com uma constipaçãozita, passada 1 semana com febre alta (quase 39ºC), perda de apetite, muito queixosa... era uma infecção, na altura não se sabia se era urinária ou não. Passada uma semana é que tivemos a confirmação que tinha sido com uma bactéria resistente ao antibiótico profiláctico e fiquei muito abalada, pois cada infecção pode deixar cicatriz nos rins, o que diminui a sua função. A partir desse momento percebi que a Leonor não poderia ir para uma creche enquanto a situação dos rins não estivesse resolvida.

Mas as coisas não ficaram por ali, passada outra semana, apanha um fungo no xáxáxá (como diria a XXL), para fazer companhia à infecção urinária. Por fim, na última semana na creche, apanhou um otite, fruto da enorme constipação que ela apanhou entretanto e talvez de algum dentito a querer nascer.

Moral da história... 2 antibióticos num mês! A pediatra recomendou que ela ficasse mais resguardada e o que vale é que a nossa querida Arlete disse logo que acolheria alegremente de volta a Leonor na sua casa.

Se tudo correr bem, o problema dos rins fica resolvido e podemos dar uma segunda tentativa à creche... as irmãs disseram logo que ficavam com o nome dela em referência e que para o ano esperavam por ela :)

2 comentários:

QUINTALDASCOUVES disse...

Puxa! Não tem sido fácil!... Só me dás mais razões para ficar feliz em ter a Madalena em casa... As melhoras pipoca e um grande beijinho da Floquinho.

Filipa Ricardo & Margarida disse...

Este mês e os próximos serão melhores! A Leonor merece! Um grande beijo dos três.